Skip to content

4

Núcleo de Música

O núcleo de música, um dos núcleos orgânicos que compõem o metabolismo antropofágico, é composto por sete músicos cujas pesquisas e estudos abrangem uma ampla gama de instrumentos como piano, acordeom, violão, bateria, percussão, clarinete, flauta, requinta, banjo, bandolim, xilofone etc. Não agindo somente como colaboradores dos outros núcleos, os músicos também fazem propostas e fomentam novas ações, como treinamentos, concertos, oficinas, composição de trilhas sonoras e performances.

Desde o início da Antropofágica foram desenvolvidas diversas pesquisas que reverberaram no Núcleo de Música como experiências continuadas, gerando um acúmulo de informações que criaram e transformaram a bagagem musical do grupo. Passamos, ao longo de nossa jornada, por processos como A tragédia de João e Maria, que nos aproximou da música atonal e da exploração timbrística; o espetáculo Os Náufragos da Rua Constança, que criou um estreito laço com características composicionais do tango e da música minimalista; e, no último processo, Terror e Miséria no Novo Mundo parte 1: Estação Paraíso, a tradição da música de Kurt Weill do teatro de forma épica de Brecht.

O processo de criação do Núcleo de Música é construído a partir de uma linguagem artística interdisciplinar, que explora a intersecção entre o potencial criador dos atores e dos músicos, tanto através de propostas trazidas pelos núcleos quanto de jogos e improvisações. As composições amadurecem num jogo de adequação e aperfeiçoamento.

O projeto Terror e Miséria no Novo Mundo trouxe à tona a música indígena e africana, em afinidade com o caráter ritualístico musical do grupo. Também nos deparamos com um repertório de influências européias de onde extraímos características composicionais e de interpretação.

Devoramos e digerimos esse repertório e assim obtivemos a massa sonora que se deu no processo. Realizamos com todos os núcleos o compartilhamento da pesquisa sonora, treinamentos vocais, instrumentais, aproximando a música como ferramenta do ator. A trilha do espetáculo tem músicas originais, com influências do maracatu, ciranda, candomblé, tango, marcha, valsa, fado, ópera e música eletroacústica. O projeto atual dará continuidade à pesquisa histórico-musical, agora no período imperial.

4 Comentários Envie um comentário
  1. 19/07/2010

    Caros amigos,
    Eu me lembro de uma música maravilhosa desse tempo, e não consigo encontrá-la por não saber nada mais além disto…
    ” Já basta de tantas promessas,
    Meus pais já foram escravos, meus filhos não o serão.
    Basta já, basta já basta
    Já basta de tantas promessas..
    Alguém pode ajudar? Grata demais. Iun.

  2. Tereza Cristina Collier
    22/07/2010

    Estou descobrindo-os. Vou telefonar e marcar encontro…
    Gostaria de fazer a formação em organização de projetos (musicais)… em agosto.
    Saudações,
    Tereza

  3. Daiane Casaes
    13/03/2012

    aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah *-*

    Agora posso ter uma oportunidade de realizar meus sonhos …

  4. andrea wiegels
    27/01/2014

    Olá! Moro no Rio Grande do Sul na cidade de Santo Antônio da Patrulha, meu grupo de teatro está ensaiando o musical Zumbi. Sou flautista e não consigo encontrar as partituras de flauta doce. Onde posso consigui-las? Obrigada! Andrea

Compartilhe suas idéias conosco, comente:

*
*

Nota: Seu email não será publicado.

WordPress Blog
Premium WordPress Themes
WordPress Themes